Ir para conteúdo

MachineGunKelly

VIP
  • Total de itens

    66
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Vencedor

    11

MachineGunKelly ganhou o dia pela última vez em Abril 16

MachineGunKelly teve o conteúdo mais curtido!

Sobre MachineGunKelly

  • Data de Nascimento 02/03/2000

Informações Pessoais

  • Gênero
    Masculino
  • Nick
    Anjo666/xZarakiKenpachi

Últimos Visitantes

1592 visualizações

Conquistas de MachineGunKelly

  1. O @TristezaAll foi um dos poucos que sempre me apoiou e foi legal comigo até nos momentos em que todos queriam a minha cabeça. É uma pena ele ter partido tão cedo assim, queria ter sido mais amigo dele. Descanse em paz, querido. 🖤
  2. MachineGunKelly

    Eu sei...

    Decidi entrar aqui de repente e mesmo sabendo que não teria nada pra eu ver aqui eu entrei do mesmo jeito. É engraçado ver o quanto o Insta marcou nossas vidas horas e horas jogando um servidor de um jogo quadrado noites perdidas jogando skywars fazendo uma plantação pra arrecadar dinheiro no survival ou apenas zoando com os amigos no chat global. O insta, de certa forma, nos deixou nós não. Sempre nos lembramos dele seja de forma positiva ou negativa seja toda hora ou de repente igual foi comigo agora nos lembramos dele enquanto estamos comendo enquanto tomamos banho no trabalho ou até mesmo antes de dormir nem que seja por um único milésimo de segundo mas nos lembramos; e pensamos ''caramba, aquele tempo foi maravilhoso''. Já ouvi diversas vezes que tudo na vida é passageiro eu não acreditava nisso mas parando pra pensar até que tinham razão. Pensei que jogaria esse jogo e esse servidor para sempre mas é claro que não foi assim. Pensei que levaria os amigos que fiz aqui para sempre e apesar de carregar todos eles no meu coração ser grato por todos os momentos que tivemos juntos e por tudo que fizeram por mim hoje eles não passam de estranhos assim como os ex-inimigos que eu fiz aqui pois é, o ódio também é passageiro pra falar a verdade antes mesmo do insta se tornar o que se tornou eu já tinha deixado esse ódio de lado há muito tempo pois só queria jogar e viver em paz. Quando larguei desse jogo de vez me despedi com o coração leve apesar de uns contratempos. A fase adulta chegou pra todo mundo com ela nossos pensamentos e nossos sonhos mudaram logo percebemos que não teríamos mais tempo... Mas a vida é assim ciclos se iniciam e se encerram o tempo todo o que nos resta hoje de tudo que nós já vivemos aqui está trancado a sete chaves no fundo das nossas memórias. Jamais se esqueçam do Insta das pessoas que jogaram aqui e do quê tudo isso representou nas nossas vidas. Sei que muitos viveram momentos ruins aqui também eu mesmo já passei por vários mas deixa eu te contar uma coisa? eles já passaram... eu amo vocês <3
  3. Eu não suportava o lickolas, e toda revisão de ban dele eu tirava argumento até da casa do caralho, mas nunca adiantou de nada porque eu era apenas um moderador e quem resolvia a porra toda era o Belori. stonks!
  4. O meu nome é Douglas Alves, eu nasci no Rio de Janeiro, no dia 3 de fevereiro de 2000. Quando eu ainda era apenas um bb, minha mãe veio do RJ para Fortaleza para tentar uma vida melhor aqui, mas acabou não dando muito certo. Ela não conseguia arrumar um emprego e a convivência com quem posteriormente me adotaria estava ficando super complicada. Quando minha mãe decidiu voltar para o RJ, ela enfrentou muitos problemas, até mesmo a polícia, pois não queriam que ela me levasse também. Acabaram que caindo na real e deixando que ela me levasse, pois não tinha o que fazer. Alguns dias depois de ter voltado ao Rio, fiquei doente, e minha mãe, sem dinheiro para o meu tratamento, teve que me mandar de volta para Fortaleza, ''sozinho'', sendo vigiado por uma aeromoça, para que aqui eu pudesse receber os devidos cuidados. Quando minha mãe já estava com uma condição financeira melhor, ela veio novamente para Fortaleza para me levar de volta, mas aconteceram mil e uma coisas e no final ela meio que foi ''forçada'' por milhares de pessoas a me deixar aqui. Cresci escutando da minha mãe adotiva que eu era maltratado, que eu passava fome, que eu era espancado sem motivos. E enquanto eu crescia e alimentava esse ódio pela minha mãe dentro de mim, ela sempre tentava manter contato, mas, devido as coisas horríveis que colocaram na minha cabeça, eu nunca dava uma chance à ela. Fora isso, tive uma infância feliz, tranquila, que infelizmente não durou muito, nunca dura... Com 7 anos, eu fui abusado por um amigo gay da namorada do meu irmão adotivo na época, pra minha sorte tinha muita gente na casa e ele não foi muito longe. Eu só fui entender o que de fato aconteceu apenas alguns anos depois. Só de lembrar das mãos bobas, das carícias e de outras merdas, eu fico revoltado. Acho que eu mataria esse cara caso eu o encontrasse de novo. Com a chegada da minha adolescência, vieram os problemas; minhas notas na escola, que antes eram perfeitas, começaram a abaixar. Não só isso, foi mais ou menos nessa época que me apaixonei pela primeira vez, mas como eu era apenas um garoto magrelo, na minha cabeça, eu não tinha nenhuma chance com a menina pelo qual eu era apaixonado. Ela era uma das garotas mais cobiçadas da escola, o quê fodia com o meu psicológico ainda mais, pois eu não tinha nenhuma confiança em mim. Na verdade eu nunca tive. Um dia, o meu primo me mostrou um stories dela no Insta, onde ela aparecia beijando o namorado. Como a gente sempre brincava com coisa pesada, ele começou a zoar da minha cara achando que eu ficaria de boa, mas eu não fiquei. Depois dali, que inclusive era na mesma época que o Insta estava no seu auge, eu comecei a me envolver com drogas. Pra minha sorte, consegui abrir os olhos, a paixão sumiu e eu não caí nessa armadilha. Quando fiz 17 anos, tive outra paixão que me afetou muito mais do que a primeira. Tá anjo, mas qual foi a diferença? A diferença foi que essa me deu esperanças e depois pisou em mim como se eu fosse um nada, me trocando e me deixando de lado da noite pro dia. Eu cortei meus braços inúmeras vezes, passava a noite em claro tentando falar com ela, perguntando aonde eu errei e que poderia consertar tudo, mas ela estava ocupada demais falando com outra pessoa. Eu ia trabalhar sem ter dormido direito, sem ânimo, e sempre que eu me encontrava sozinho, eu chorava. Chegava em casa e eu ia direto pro meu quarto; dormia um pouco, me cortava e depois tentava consertar as coisas. Sem sucesso. Sempre que eu fazia aniversário, minha mãe colocava uma foto minha e um texto enorme no facebook dela, e eu ficava puto, porque na minha cabeça ela só queria chamar atenção, queria pagar de boa mãe, quando na verdade só tinha feito merda quando eu ainda era uma criança. Eu xingava ela de todos os nomes, mas deixava claro: eu não quero papo com você, apenas com minhas irmãs e nada mais. Mas é claro que por causa disso, minhas irmãs não se sentiam à vontade pra falar comigo, eu até tentava, mas não dava certo. Quando eu fiz 20 anos, ela postou outro textinho no fb, e novamente eu fiquei puto. Só que daquela vez eu não só fui grosso, mas peguei pesado, chamei minha mãe até do que eu não deveria, mas eu não senti remorso, não naquele momento. Depois dos xingamentos, ela simplesmente disse que estava cansada de tudo e não falou mais nada. O tempo passou, e a cada briga que eu tinha com minha mãe adotiva, eu pensava: ''será que é isso mesmo? se ela realmente me maltratava e não gostava de mim, porque toda essa insistência durante esses anos? Não faz sentido...'' Foi quando eu pedi desculpas por tudo o que eu tinha dito à ela; todas as grosserias, todos os xingamentos. Quando me aproximei da minha mãe, consequentemente me aproximei das minhas irmãs. Elas se chamam Clara e Eduarda, uma com 16 e a outra com 17 anos, respectivamente. Elas me falaram que depois das coisas que eu disse no ano passado, minha mãe sofreu durante muito tempo, que passava todos os dias muito mal, chorando, se lamentando que eu nunca daria uma chance à ela para que pudesse explicar o que realmente aconteceu. Eu chorei junto, pedi desculpas não só a minha mãe, mas também pras minhas irmãs, pois como filhas, eu sei que não foi fácil ver nossa mãe daquele jeito por minha causa. Hoje, se eu ainda tenho vontade de viver, é por causa delas. Que eu consiga me livrar desse ambiente tóxico, voltar pro RJ e morar com a minha família de verdade. Quero ajudá-las e fazer tudo que está ao meu alcance. Mas até lá, paciência... É isso, só queria ''desabafar'' um pouco. Me desculpem por isso.
  5. MachineGunKelly

    Confessionário.

    E aí galera, Fiz esse tópico no intuito de interagir com vocês, eu mal entro aqui, e quando entro não tem nada demais. Pelo menos nada que eu possa conversar, bater um papo... Por que confessionário? Simples: gostaria que vocês confessassem alguma m$@#a que você fez, de má fé, para prejudicar terceiros ou alguém bem específico. Eu começo! Como todos já sabem da minha história com o Kirito, vou falar sobre outro assunto. Quando voltei pra staff depois de toda aquela treta com o Kirito, entrou (no caso, voltou) uma moderadora que eu não curtia muito desde que ela assumiu o cargo pela primeira vez. Quem é old vai se lembrar da yMiih. EU achava a mina totalmente insuportável, que além das indiretas que ela vivia me mandando, vivia dando lição de moral fora de hora. Certo dia, a Mahzinha me colocou como o responsável pelos designers do Insta, então ficou tudo nas minhas mãos: recrutamento, retirada, regras e etc... O que eu fiz? Me aproveitei de uma pequena brecha e recusei o pedido que ela tinha feito, proibindo-a de fazer outro pedido pelos próximos 30 dias. A mina ficou pistola comigo, mas hoje eu vejo que não foi pra menos KKKKKKKJJ. É claro que já fiz muito mais do que isso, mas essa é a única da qual estou lembrando no momento. E vocês?
  6. Ruuan era sensacional, seria até uma ofensa fazer esse tópico e não se lembrarem dele. Merece todo o reconhecimento e respeito de todos.
  7. Então, Vi esse vídeo há alguns dias e decidi compartilhá-lo com vocês. Como diz no título, ele fala sobre o que vai acontecer não só com o planeta terra, mas com o universo em geral e sobre como ele provavelmente irá ter seu fim. Esse vídeo é definitivamente o mais maravilhoso e aterrorizante que eu já assisti. Ativem as legendas e curtam. https://youtu.be/uD4izuDMUQA
  8. Era o meu mapa preferido. Eu também tinha muitas nesse mesmo canal, mas acabei apagando alguns vídeos.
  9. InstaMC - SPEED DUPLA SKYWARS - YouTube <3
  10. Ok, mas o intuito foi contar a história dele e não criar uma revisão de BAN. Isso foi completamente - full - desnecessário... existe algum tópico desse fórum que os outros consigam dialogar em paz sem tu se envolver no meio com o único objetivo de ''aparecer''?
×
×
  • Criar Novo...